Junho – Mês da Avaliação da Fertilidade

Cuide da sua saúde hoje e faça as pazes com o relógio biológico

 

A maternidade é algo desejado por grande parte das mulheres, mas as obrigações com a carreira, estudos e demais implicações da vida, acabam tirando o foco de formar uma família e ter filhos.

Adiar a maternidade em nossa sociedade virou moda e as mulheres estão assumindo outros papéis em suas vidas.  Com isso, a demora em se preparar para gestação pode trazer inúmeros problemas, pois acarreta na queda da fertilidade com o decorrer da idade.

Em muitos casos, o desejo da maternidade tardia pode ser realizada, desde que acompanhada por especialistas.

A Clínica Primordia entende que é importante iniciar esta avaliação e deixar o corpo preparado para a gestação.

Reunimos especialistas que estão diariamente engajados na rotina da medicina reprodutiva e poderão oferecer técnicas modernas para preservação da fertilidade.

Idade x Reserva Ovariana

A fertilidade entra em um declínio mais acentuado em torno dos 35 anos de idade. A contagem de óvulos e a qualidade deles diminuem à medida que se envelhece.

As mulheres nascem com 1-2 milhões de óvulos potenciais. Ao contrário de outras células, o corpo não consegue fazer mais óvulos. Portanto, a reserva ovariana é como um “banco” e a cada mês que passa, ele se esvazia. Então, em torno de 35 anos, o declínio começa a ficar um pouco mais íngreme, o que significa que ela poderia perder um número ainda maior de óvulos por mês até a menopausa.

 

Relação de Idade e Chances de EngravidarRelação de Idade e Chances de Engravidar

Relação de Idade e Chances de Engravidar

 

Congelamento de óvulos

O congelamento permite que as mulheres usem seus próprios óvulos, congelados quando eram jovens e saudáveis, para ajudá-las a conseguir uma gravidez mais tarde, pois de outra forma, elas poderiam ter dificuldade em encontrar óvulos saudáveis.

O nome científico para o congelamento de óvulos é “oócito”  e “criopreservação” (congelamento). A criopreservação é um procedimento com décadas de uso em vários ramos da medicina. O congelamento de óvulos os impede de envelhecer como normalmente fariam, mantendo a juventude e a falta de defeitos cromossômicos.

O congelamento de óvulos ajuda as mulheres a promover a gravidez tardia por dois motivos:

  1. Os óvulos jovens são mais propensos a ser geneticamente normais. Isso ocorre porque as mulheres nascem com todos os óvulos e à medida que envelhecem, o DNA dentro de seus óvulos é afetado por influências prejudiciais no decorrer de suas vidas.
  2. O congelamento funciona porque o processo de congelar e descongelar não tem efeito sobre a chance de gravidez ao usar esses óvulos durante a fertilização in vitro. Isso foi determinado durante um grande estudo controlado randomizado publicado em 2010.

 

Informações: (21) 2247-0818/2247-0919

contato@clinicaprimordia.com.br