Micro-TESE

É fundamental compreender as nuances da azoospermia, a ausência de espermatozoides no sêmen, que pode se dividir em duas formas: obstrutiva e não obstrutiva. As técnicas cirúrgicas TESE (Extração de espermatozóides do testículo) e Micro-TESE (Microdissecção testicular) surgem como soluções eficazes para recuperar os espermatozóides diretamente dos testículos, onde são produzidos, nos casos de azoospermia não obstrutiva. 

Nessa condição, a ausência de espermatozoides no sêmen é ocasionada pela diminuição ou interrupção da produção, seja devido a fatores pré-testiculares ou testiculares. Os fatores pré-testiculares são geralmente causados por desequilíbrios hormonais, condições genéticas ou problemas de saúde que afetam a produção adequada de espermatozoides. 

Já os fatores testiculares estão relacionados a distúrbios no próprio tecido testicular, como varicocele, lesões, infecções, ou mesmo condições genéticas hereditárias. Quando o casal busca realizar um tratamento de FIV (fertilização in vitro) com ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozoides), a TESE e a Micro-TESE podem se tornar essenciais para viabilizar o tratamento. 

Por meio dessas técnicas, os especialistas podem recuperar espermatozóides viáveis e selecionar os de melhor qualidade para a fecundação dos óvulos durante o procedimento de fertilização. A Micro-TESE merece destaque, pois se diferencia da TESE tradicional ao permitir uma abordagem mais precisa e minuciosa na busca pelos espermatozoides. 

Com o auxílio de um microscópio de alta precisão, é possível identificar os túbulos seminais no testículo com maior acurácia, aumentando a chance de encontrar espermatozóides em pacientes com baixa contagem. É importante ressaltar que, apesar de serem procedimentos cirúrgicos, a TESE e a Micro-TESE são realizadas com o devido cuidado e sob anestesia, visando ao conforto e bem-estar do paciente. 

Além disso, a evolução da tecnologia e das técnicas cirúrgicas tornou esses procedimentos mais seguros e eficientes, proporcionando resultados promissores para casais que enfrentam a azoospermia não obstrutiva. Portanto, para casais que enfrentam o desafio da infertilidade masculina relacionada à azoospermia não obstrutiva, a TESE e a Micro-TESE podem ser a chave para alcançar o sonho da parentalidade. 

Consultar um especialista em fertilidade é o primeiro passo para entender a situação específica de cada paciente e determinar a melhor abordagem para o tratamento, aumentando assim as chances de sucesso na jornada rumo à paternidade e à maternidade.

Agende sua Consulta

Escolha como deseja agendar a sua consulta

Baixa Complexidade

Infertilidade Masculina

Em que podemos ajudar?