Oncofertilidade

Oncofertilidade é uma especialidade médica que visa preservar a fertilidade de pacientes com câncer. Os tratamentos usados, como radioterapia, quimioterapia e cirurgias, podem levar à infertilidade, seja pela destruição de células dos ovários e testículos, por lesões ou pela remoção do útero. A preservação da capacidade de engravidar futuramente melhora a qualidade de vida pós-câncer dos pacientes.

Para mulheres em idade fértil que são diagnosticadas com câncer, a preservação de óvulos deve ser feita antes do início do tratamento oncológico. Atualmente, existem opções disponíveis para preservar os gametas do paciente em tratamento, além de apoio emocional oferecido em algumas clínicas para garantir que a qualidade de vida e o estado emocional da paciente sejam preservados.

Opções para preservação da fertilidade feminina

Criopreservação de óvulos

A criopreservação de óvulos, também conhecida como criopreservação de oócitos, é uma técnica que consiste em congelar os óvulos.

Para realizar o procedimento, a mulher é submetida a uma estimulação ovariana com medicamentos e, em seguida, os folículos ovarianos são aspirados por via vaginal, todo o processo acontecendo sob anestesia. Depois da coleta, os óvulos são congelados a temperaturas tão baixas quanto 196º C negativos.

Supressão medicamentosa da função ovariana

A supressão medicamentosa da função ovariana é uma técnica utilizada para preservar a fertilidade em pacientes oncológicos.

A técnica consiste em paralisar o funcionamento dos ovários da mulher durante o período em que ela irá se submeter a quimioterapia, a fim de preservar os folículos e óvulos durante o tratamento. Para isso, são utilizados medicamentos da classe agonistas do GnRH, administrados por meio de injeções que podem ocorrer mensal ou trimestralmente.

A supressão dos ovários é necessária porque a quimioterapia atinge células com alto nível de replicação celular, como os óvulos, o que pode levar à infertilidade. Com a supressão, as células saudáveis dos ovários são preservadas, mantendo-se a chance de fertilidade futura da paciente.

Criopreservação de tecido ovariano

A criopreservação de tecido ovariano é uma técnica que visa preservar a fertilidade de pacientes com câncer antes de iniciarem o tratamento de quimioterapia.

Durante o procedimento, fragmentos do tecido ovariano são coletados e criopreservados para uso em um futuro transplante ou para a maturação de folículos em laboratório.

A coleta pode ser feita por meio de videolaparoscopia ou durante a cirurgia para o tratamento do câncer. Essa técnica é indicada especialmente para pacientes que não têm tempo suficiente para realizar a estimulação ovariana antes do início do tratamento oncológico.

Cirurgia para elevação dos ovários

A cirurgia de elevação dos ovários é uma técnica que visa proteger os ovários da exposição à radiação durante o tratamento de câncer.

É realizada antes do início da radioterapia, e tem como objetivo remover os ovários da área de irradiação quando o tratamento está programado para a pelve da paciente. Dessa forma, é possível preservar a função ovariana e a fertilidade da mulher.

Agende sua Consulta

Escolha como deseja agendar a sua consulta

Baixa Complexidade

Infertilidade Masculina

Em que podemos ajudar?