Síndrome dos ovários policísticos (SOP)

A síndrome dos ovários policísticos (SOP), é um distúrbio hormonal que causa a dilatação dos ovários, com pequenos cistos na parte externa. São mais de 2 milhões casos por ano no Brasil, é tratável por um médico, requer um diagnóstico médico, sempre requer exames laboratoriais ou de imagem e pode ser crônico podendo durar anos ou a vida inteira.

> O que é ovário policístico?

Um cisto é uma espécie de saco formado por uma fina membrana, contendo líquido ou ar em seu interior. É como aquelas bolhas que surgem na pele após uma queimadura ou no pé após o uso de um sapato desconfortável. O cisto é uma estrutura fechada, não tendo comunicação direta com o tecido no qual ele está inserido.
O ovário policístico, como o próprio nome diz, é um ovário que desenvolve múltiplos cistos. Para entender por que surgem vários cistos no ovário é preciso primeiro conhecer o ciclo ovulatório normal.

sop1

A causa da síndrome do ovário policístico ainda não é bem compreendida, mas pode envolver uma combinação de fatores genéticos e ambientais. Os sintomas são menstruação irregular, excesso de crescimento dos pelos, acne e obesidade. Os tratamentos incluem pílulas anticoncepcionais para regular a menstruação, um remédio chamado metformina para prevenir o diabetes, estatinas para controlar o colesterol alto, hormônios para aumentar a fertilidade e procedimentos para remover o excesso de pelos.

 

sop2

 

> Sintomas

Requer um diagnóstico médicoOs sintomas são menstruação irregular, excesso de crescimento dos

pelos, acne e obesidade.

Na menstruação: ausência de menstruação, menstruação curta e leve, menstruação não frequente, menstruação irregular, menstruação pesada ou sangramento pela vagina;

Na pele: acne, erupção semelhante a verruga, espessura ou pele oleosa;

No peso: excesso de peso, ganho de peso ou obesidade;

Também comum: hirsutismo, depressão, diabetes tipo 2, infertilidade, metrorragia, obesidade abdominal ou virilização.

> Tratamentos

O tratamento consiste no uso de hormônios. Os tratamentos incluem pílulas anticoncepcionais para regular a menstruação, um remédio chamado metformina para prevenir o diabetes, estatinas para controlar o colesterol alto, hormônios para aumentar a fertilidade e procedimentos para remover o excesso de pelos.

sop3

 

> Cuidados

Dieta pobre em carboidratos: Uma dieta que restringe grãos, vegetais ricos em amido e frutas e enfatiza os alimentos ricos em proteína e gordura.

> Medicamentos

Terapia hormonal: Afeta os processos corporais por meio da regulação da atividade dos órgãos.

Hipoglicemiante: Controla a quantidade de açúcar (glicose) no sangue.

Estatinas: Diminui a produção de colesterol ruim pelo fígado.

Diurético: Aumenta a produção de urina para liberar o excesso de sal e água.

> Especialistas

Endocrinologista: Trata distúrbios metabólicos e hormonais.

Ginecologista e obstetra: Concentra-se na saúde reprodutiva de mulheres e parto.

> Conclusão

A SOP é uma síndrome complexa que tem várias possíveis origens e o tratamento deve ser baseado no combate aos efeitos causadores. Muitas pesquisas têm sido direcionadas com o objetivo de avaliar outros fatores determinantes como os ambientais e genéticos que poderão ter influência direta nesta doença.

> Resumo dos cuidados básicos:

  • Ficar alerta aos diagnósticos de síndrome dos ovários policísticos e obesidade na família;
  • Adotar um estilo de vida saudável, mantendo o peso dentro dos padrões recomendados para sua estatura e constituição física;
  • Praticar esportes ou outras atividades físicas;
  • Adotar uma dieta equilibrada e saudável;
  • Em caso de dúvidas procurar um médico especialista.